Auto Comunicação ou inteligência Intrapessoal!


4 min de leitura


Nós somos seres sociais, nascemos para conviver em sociedade, traçar conexões, planejar e possuímos vários tipos de inteligência. Isso mesmo almas do bem. 

Nós seres humanos possuímos vários tipos de inteligências e uma delas é a inteligência intrapessoal, que eu carinhosamente chamo ao longo dos anos que presto mentorias, consultorias aulas sobre comunicação pessoal e expressividade, de auto comunicação.

Sentimentos como raiva, amor, tristeza, alegria, medo, ternura entre outros, influenciam em nossa comunicação. Entender como estas emoções e sentimentos se processam e ocupam espaço dentro da gente no dia a dia também tem muito a ver com a nossa comunicação!

A Inteligência intrapessoal ou auto comunicação inicia dentro da barriga da mamãe com o inicio mesmo de nossa comunicação, quando nascemos ela começa a ser desenvolvida de maneira mais contínua, juntamente com a nossa vida, o nosso dia a dia, com nossas vivências, quando vamos construindo nosso repertório. 

Ela não é uma habilidade que se desenvolve naturalmente, sozinha dentro da gente, ela tem que ser instigada, provocada, treinada. Temos que estudar e desenvolve-la dentro de nós, através do processo de autoconhecimento.

Ah poxa Tuka!! Lá vem você de novo com esse papo de psicologia, autoconhecimento etc. etc etc.

Gente!!!! Isso mesmo e, tudo bem ser assim, pois vejam: comunicar tem a ver com comportamento, tem a ver com relacionamentos e o primeiro relacionamento que você tem que ter, o mais importante deles é com você mesma (o) (e)!

Sabe aquela famosa reunião consigo mesmo (a) (e)? Isso é altamente produtivo e benéfico para saúde mental e emocional num grau normal e seguro. Segundo especialistas na área de psicoterapia falar sozinha (o) (e), também ajuda a organizar pensamentos e ações e a amenizar o sentimento de solidão.

Dependendo do teor e da profundidade deste encontro dessa reunião consigo mesma(o) (e), você poderá promover um alto grau de autoconhecimento e ganhar ferramentas, habilidades e competências que vão te ajudar muito na vida, em todos os ambientes.

Em nossa carreira profissional, ao desenvolvermos um alto grau de reconhecimento de nossas emoções e sentimentos através da auto comunicação e da inteligência intrapessoal teremos a habilidade de fazer melhores escolhas dentro do ambiente de trabalho e também a capacidade de lidar com as situações mais tensas deste ambiente, visualizando uma saída, uma resolução mais rápida e sem sofrimento.

Na vida pessoal, nem se fala! Muitos relacionamentos poderiam ter melhor resultado e muito sofrimento poderia ser poupado se todas(es)(os) nós, investíssemos parte do nosso tempo para desenvolver a auto comunicação ou a inteligência intrapessoal

DICAS DE COMO DESENVOLVER:·

Analise suas emoções:

Dedique um tempo para pensar sobre como você se sente ou se sentiu em diferentes situações, para nomear essas emoções e tentar  verbalizá-las com outras pessoas. Essa análise favorece tanto a identificação precoce de possíveis emoções, como na compreensão das mesmas com base nas circunstâncias ou situações.

Registre suas emoções e sentimentos: 

Apontar como estamos nos sentido, o que acreditamos ter afetado essas emoções e descrever essas emoções de forma detalhada promove a autoconsciência.

Dedicar um tempo para examinar a nós mesmos (es)(as): 

É necessário deixar um espaço para refletir sobre nossa pessoa, nossos pontos fortes e fracos, para reconhecer nossas virtudes e pensar como podemos melhorar nossas limitações. Realizar essa tarefa por escrito pode facilitar o processo de autoconhecimento.

Verifique seus valores, prioridades e objetivos: 

Nossas metas na vida vão mudando, assim como nós mesmes (os) (as). É por isso que é necessário buscar e criar momentos de reflexão sobre o que queremos, quais são as nossas necessidades e como elas evoluíram ao longo do tempo.

Antecipar-se às possíveis situações difíceis: 

Aplicar o conhecimento que possuímos sobre nossas forças e limitações para enfrentar situações futuras. Por isso, através da visualização e da imaginação podemos ter uma ideia da situação, em quais aspectos nos desenvolvemos adequadamente e em quais nem tanto, e gostaríamos de poder trabalhar neles para melhorá-los.

Encontre aquelas atividades que favorecem sua introspecção: 

É importante que você também conheça que tipo de atividades e estímulos promovem uma reflexão interna e contato com suas emoções.

Ex.: meditar, plantar, ouvir música, dançar, ler um livro, andar ao ar livre, caminhadas ... enfim você descobrirá a sua melhor maneira.

Espero que tenha curtido esse primeiro artigo alma do bem! Estou inteiramente à disposição e desejo muita saúde e paz  para você!

@tukavillalobos


Comentários
* O e-mail não será publicado no site.